terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Estamos preparados para prover a segurança das Olimpíadas?

ALERTA MÁXIMO PARA OS JOGOS OLÍMPICOS RIO 2016


Diante dos recentes atos terroristas ocorridos em alguns países, por diversos motivos, a probabilidade da ocorrência de ações terroristas durante os Jogos Olímpicos Rio 2016, vem aumentando cada vez mais.

Embora as autoridades dos jogos não afirmem isso, para não causar desesperos, fica claro que com a onda de ataques que vem ocorrendo em diversos países não se pode descartar a hipótese de que extremistas possam tentar alguma ação hostil desse tipo, contra alguma delegação ou mesmo aglomeração de pessoas.

Seria uma enorme irresponsabilidade alguém afirmar que isso é impossível de acontecer ou que estamos totalmente preparados para evitar tais ações. Acredito que nenhum país do mundo nunca estará totalmente preparado para evitar ações desse tipo, pois elas são sempre muito bem planejadas e diversificadas.

O que cabe a nós agora, como país sede, é capacitar nossos profissionais de segurança, intensificar as ações de inteligência e contra-inteligência, e, caso aconteça o que não desejamos e pretendemos evitar, teremos que estar preparados para agir com coordenação e controle a fim de minimizar os efeitos da tragédia causados às vítimas e os transtornos causados nas instalações do evento. Acontecimentos como estes que ocorreram hoje (12 JAN 16), em Istambul (na Turquia), caso aconteçam aqui, deixarão uma marca negativa ao nosso país, e principalmente, causarão danos muito deles irreparáveis, em pessoas de todo o mundo, deixando uma sensação de insegurança que permanecerão por décadas nos futuros Jogos Olímpicos.

Nós do curta no face, desejamos que todos os atletas e delegações possam focar somente na competição, e que possam ficar convictos de que os organizadores do maior evento esportivo do mundo fará um excelente trabalho, obtendo muito sucesso, e, é claro que os atletas brasileiros possam brilhar com muitos ouros nessas Olimpíadas!

Leia também: 
Atentado deixa 10 mortos e 15 feridos na Turquia
O Rio que eu quero e não quero