domingo, 31 de janeiro de 2016

Brasil tem o maior número de cidades violentas no ranking mundial

O país lidera o ranking das 50 (cinquenta) cidades mais violentas do planeta, apresentando 42% desse total.

 

O Brasil passou a ter 21 (vinte e uma) cidades na lista das 50 (cinquenta) mais violentas do mundo. A pesquisa foi realizada pela ONG mexicana "Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal", que realizou a divulgação nesta segunda-feira (25). O país em 2014, tinha 16 cidades brasileiras entre as 50 (cinquenta) menos seguras do mundo.
O ranking apontou Caracas, capital da Venezuela, como a cidade mais violenta do mundo. Fortaleza, que ficou na 12ª colocação geral, foi a líder em mortes violentas no Brasil.
A região Nordeste, se destacou negativamente, pois apresentou 12 (doze) municípios na lista dos 50 (cinquenta) mais violentos do planeta.
Na realização do cálculo, a entidade usou a taxa de número de homicídios por cada 100 mil habitantes. A pesquisa avaliou apenas os municípios com mais de 300 mil habitantes.

Mudanças positivas

Em 2014, Maceió era a líder nacional. Agora a capital alagoana é a quinta menos segura do país.
Belo Horizonte foi a única cidade nacional a deixar a lista de 2014.
A outra diferença positiva é que, em 2014, o Brasil tinha 03 (três) entre as 10 (dez) mais violentas, e agora nenhuma aparece nesta faixa.
Na lista divulgada nesta segunda, Fortaleza aparece com taxa de homicídio de 60,77, praticamente a mesma de Natal (60,66) e da Grande Salvador (60,63).

O destaques do ranking mundial

Caracas, a capital venezuelana (com taxa de 119,8 assassinatos por cada 100 mil habitantes) tomou o lugar de San Pedro Sula, em Honduras, que liderava o ranking desde 2012 e, agora, tem índice de 111,03 mortes por 100 mil pessoas.
Apesar do Brasil ser o país com mais cidades na lista, as taxas das 08 (oito) cidades venezuelanas chamaram a atenção. "O nível de violência nas cidades de 300.000 ou mais habitantes é maior na Venezuela. No Brasil, a taxa média foi de 45,55 homicídios por 100 mil habitantes, enquanto isso na Venezuela foi 74,65", destaca José Antonio Ortega Sánchez, presidente da ONG mexicana.
Além das cidades brasileiras e venezuelanas, completaram a lista 05 (cinco) cidades do México, 04 (quatro) da África do Sul e dos Estados Unidos, 03 (três) da Colômbia e 02 (duas) de Honduras.

Cidades mais violentas no Brasil*:

12º Fortaleza - 60,77
13º Natal – 60,66
14º Salvador (e Região Metropolitana) – 60,63

16º João Pessoa – 58,40
18º Maceió – 55,63
21º São Luís – 53,05

22º Cuiabá – 48,52
23º Manaus – 47,87
26 Belém – 45,83
27º Feira de Santana (BA) – 45,50
29º Goiânia (e Aparecida de Goiânia) – 43,38
30º Teresina – 42,64
31º Vitória – 41,99
36º Vitória da Conquista (BA) – 38,46
37º Recife – 38,12
38º Aracaju – 37,70

39º Campos dos Goytacazes (RJ) – 36,16
40º Campina Grande (PB) – 36,04
43 Porto Alegre – 34,73
44º Curitiba – 34,71
48º Macapá – 30,25
*taxa por cada 100 mil habitantes