sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Cuidado! Produtos de beleza podem ser letais

Conheçam a lista de 7 curiosos ingredientes que já foram usados em nome da beleza e são extremamente prejudiciais à saúde



As pessoas usam produtos para melhorar sua beleza durante séculos. Seja mulheres do século 18 que procuravam parecer pálidas como fantasmas ou senhoras gregas antigas com objetivo de esconder as imperfeições do rosto, a beleza tem sido uma grande parte da cultura desde o início dos tempos.
Essa indústria é bastante irônica. Como se constata, produtos de beleza já foram repletos de ingredientes mortais para humanos, variando de mercúrio para chumbo e veneno de rato. Não pense que muita coisa melhorou atualmente.
Conheça a seguir 7 ingredientes que as mulheres usavam e eram terrivelmente mortais:

1 - Chumbo

Tendências vêm e vão, mas esse perigoso objeto de beleza começou a ser usado na Grécia antiga e durou até o século 18. Por centenas de anos, a pele incrivelmente pálido era um sinal de distinção e riqueza. Para atingir esse brilho assustador, mulheres passavam em seus rostos tintas à base de chumbo.
O chumbo é altamente tóxico, algo que a condessa de Coventry aprendeu da maneira mais difícil. A beleza famosa morreu em 1760 de envenenamento por chumbo e sua morte foi um excelente exemplo do fato de que “a beleza dói.”

2 - Alcatrão

Séculos atrás, o rímel era tão negro como o carvão, literalmente. Um dos principais ingredientes em quase todas as marcas de rímel até o século 20 foi o alcatrão de carvão. Desde então, o produto foi proibido pelo FDA, uma vez que milhares de mulheres ficaram cegas por causa disso.

3 - Bromo



Esta história remete ao Egito Antigo. Naquela época, as mulheres usavam produtos químicos como iodo e bromo na fórmula de batons. É óbvio que não era conhecido por esse nome naquela época, mas as mulheres utilizavam bromo para criar cores nos lábios como profundos tons de vermelho e roxo. Se ingerido, o bromo pode ser mortal.

4 - Mercúrio


Tinta à base de chumbo era uma alternativa igualmente insegura na busca de pele pálida. O mercúrio também era usado com esse propósito. Durante anos, as mulheres usavam mercúrio para branquear permanentemente a sua pele e remover sardas. A absorção de mercúrio através da pele pode conduzir a danos nos nervos e morte.

5 - Veneno de rato


Um creme de depilação popular que foi produzido na década de 1930 continha grandes quantidades de veneno de rato. Você definitivamente não terá quaisquer problemas de cabelo quando você estiver morto, assim que funcionava.

6 - Ureia

Ureia, que é encontrado na urina, era um ingrediente popular em cremes faciais até a década de 1950. Nada melhor do que esfregar xixi em seu rosto, não é mesmo?

7 - Beta-caroteno


O betacaroteno – que é o que dá as cenouras sua cor laranja – costumava ser encontrado em suplementos e cremes de bronzeamento. Enquanto a ingestão de alguns beta-caroteno podem ser bons para você, é possível morrer de overdose do material. O FDA proibiu imediatamente a produção e venda de cápsulas de bronzeamento que contêm o composto após overdoses serem relatadas.