segunda-feira, 2 de junho de 2014

Rei da Espanha deixará seu reinado

REI DA ESPANHA, Anuncia

 aBDICação AO TRONO!





Amanhã, o Conselho de Ministros se reunirá para dar andamento ao processo sucessório, que exige a aprovação de uma lei orgânica

O Rei Juan Carlos da Espanha em dezembro de 2005 - BALLESTEROS / AFP

MADRI — O rei da Espanha, Juan Carlos I, anunciou na manhã desta segunda-feira através do chefe de Governo, Mariano Rajoy, sua abdicação, depois de 39 anos de reinado. Na terça-feira, o Conselho de Ministros se reunirá para dar andamento ao processo sucessório, que exige a aprovação de uma lei orgânica. Rajoy disse durante esta histórica declaração institucional (não foi entrevista coletiva, aberta a perguntas) convocada com urgência, que os motivos da abdicação serão explicados pelo próprio rei, durante esta manhã.



Serenidade, tranquilidade e agradecimento ao rei é a atitude que o presidente do Governo disse esperar dos espanhóis neste momento e afirmou que “em breve” o atual Príncipe de Astúrias, Felipe de Borbón, de 46 anos, será proclamado rei.
Os espanhóis em geral têm grande consideração por Juan Carlos, de 76 anos, por seu serviço à nação e sua defesa da democracia após a morte do ditador Francisco Franco, em 1975.
O foco de seu reinado foi trazer a reconciliação entre os espanhóis de diferentes vertentes políticas, e de diferentes regiões.
Muitos consideram o melhor momento do rei sua posição decisiva para deter um golpe militar de direita em 1981, quando ele foi à televisão para dizer que a monarquia não toleraria tentativas de interromper a democracia pela força.
Nascido em Roma, em 1938, Juan Carlos não pôs os pés na Espanha até que ele tinha 10 anos. Na Espanha de Franco , realizou treinamento militar e se tornou o primeiro oficial espanhol no posto de tenente em todos os três ramos das forças armadas
Em 1969, foi investido como príncipe herdeiro e sucessor designado de Franco. Em 22 de novembro de 1975 - dois dias depois da morte de Franco - Juan Carlos foi coroado rei da Espanha , restaurando a monarquia depois de 44 anos.

Fonte:O Globo