quarta-feira, 11 de junho de 2014

Múmia de 94 anos abre e fecha os olhos

Menina morta há 94 anos abre os olhos diariamente

Inacreditável, mas verdadeiro: Cadáver de criança morta há 94 anos anos abre os olhos todos os dias. Mas aparentemente nada tem de  fantasmagórico ou sobrenatural, pelo menos o fenômeno pôde ser explicado cientificamente.
Rosália Lombardo morreu de pneumonia quando tinha apenas 2 anos de idade, desesperado e inconsolável com a morte de sua princesinha o pai de Rosália mandou chamar Alfredo Salafaia, o embalsamador mais competente daqueles tempos, que aplicou no cadáver da menina técnicas de embalsamento semelhante as usadas em múmias egípcias.


O trabalho foi tão perfeito, que exames de raio-x mostraram que todos os órgãos internos estão devidamente conservados e intactos dentro do corpo, evidentemente.



O corpo que foi encontrado a pouco tempo nas catacumbas capuchinhas em Palermo, Itália, está em um estado de conservação impressionante se parecendo muito com um boneco de cera. Mas o realismo fantástico não é tudo que causa assombro e até medo. O cadáver embalsamado da menina simplesmente abre e fecha os olhos diariamente.



Como o corpo é constantemente monitorado por câmeras de seguranças, é possível ver após acelerar as imagens os olhos abrindo e fechando em um fenômeno diário que pode ser visto no gif abaixo.




Claro que diante de tal fato assustador, muitas pessoas trataram logo de imputar ao fenômeno causas espirituais, chamar a menina de santa e pedir a sua canonização. Mas de acordo com os cientistas que estudaram o fenômeno, não há motivos para se apelar para o o sobrenatural ou canonizar a pequena Rosália. Tudo não passa de um um fenômeno causado pelas luzes dos flashes das câmeras que juntamente com a umidade do local realizam uma fotodecomposição que faz com que as pálpebras tenham movimentos involuntários constantes.




Este não é o único efeito dos flashes e da umidade sobre o corpo já morto há quase 100 anos. Os cabelos da menina também perderam a cor com o tempo e estão completamente louros. Rosália tinha cabelos bem escuros quando morreu. Veja a diferença na tonalidade da cor dos cabelos nas fotos abaixo.



Os segredos das técnicas de preservação utilizadas no corpo de Rosália também já foi desvendado pela ciência. Dr. Salafia utilizou um composto que contém: formol capaz de eliminar completamente as bactérias responsáveis pela decomposição, álcool que promove a desidratação do corpo, glicerina para evitar o ressecamento, ácido salicílico para exterminar os fungos e sais de zinco que promoveram a rigidez do corpo.

Apesar das explicações científicas para o fenômeno, muita gente não acredita que seja tudo apenas por causa da luz dos flashes e da umidade. E você , o que acha?